Planejamento Financeiro – 7 dicas para suas finanças pessoais

Planejamento Financeiro – 7 dicas para suas finanças pessoais

Como você controla seus gastos pessoais? Ou melhor, você controla suas finanças? Chegou a hora de conhecer os benefícios do planejamento financeiro.

Viver a crise é usar da criatividade, autocontrole e paciência para minimizar os danos. Uma opinião é unânime entre os especialistas: fazer o planejamento financeiro é essencial para driblar os maiores impactos do atual momento da economia. Listamos 7 dicas simples, mas que podem trazer impactos positivos nas suas finanças pessoais.

1 – Conheça a famosa regra dos 50-15-35

A regra é clara, dividir sua renda em porções de 50, 15 e 35% podem te trazer um notável equilíbrio financeiro. A primeira e maior porção será destinada aos seus gastos fixos e essenciais. Nessa categoria, encaixamos contas como água, energia elétrica, mensalidades escolares, condomínio, etc.

Os 15% serão seus investimentos, e em últimos casos, para quitar dívidas.Já os 35% serão para seus gastos menos importantes e não obrigatórios. São eles gastos como academia, lares, bares e restaurantes.

Mas lembre-se, quanto menos você gastar, melhor. Se você não chegar nos 35%, não saia gastando sem se importar com o amanhã. Engorde os 15% e turbine seus investimentos.

2 – Escolha uma ferramenta de controle para auxiliar seu planejamento financeiro

Das simples às complexas, as ferramentas de auxílio ao planejamento financeiro podem te dar uma visão mais ampla da atual e verdadeira situação de suas finanças pessoais. Através delas, fica mais simples acompanhar seus gastos ao longo do mês. Dessa forma você pode se organizar para sua renda durar até o fim do mês.

3 – Estabeleça metas “alcançáveis”

Esqueça, você nunca conseguirá de modo saudável economizar 70% do seu salário. Ou fará a viagem dos sonhos em 3 meses. Metas devem ser colocadas para serem alcançadas, não como um sacrifício que pode te custar danos em muitas outras áreas da sua vida.

Pior que colocar uma meta grande demais, é não estabelecer nenhuma. Tenha sim sonhos de viajar ou comprar o imóvel dos sonhos, mas faça um planejamento financeiro que não colocará o equilíbrio da sua vida em risco.

4 – Comece agora!

Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje. O ditado é antigo, mas serve muito bem apara nossa realidade. A dieta não precisa começar na segunda, o domingo engorda tanto quanto qualquer outro dia, assim como 1 hora de esteira queima as mesmas calorias. É por isso que seu planejamento financeiro não precisa ter dia e hora para começar. O quanto antes, melhor!

5 – Dívida nunca é bom, mas aprenda a escolher as “melhores”

Cada linha de crédito possui uma taxa de juros específica. Cheque especial e cartão de crédito são sempre temidas por possuírem uma forte taxação. Pesquise formas de trocar suas dívidas por outras que possuem maneiras mais suaves de quitá-las. Um exemplo sãos os empréstimos consignados, que são descontados direto em folha e tendem a ter juros mais baixos.

6 – Fique sempre de olho em liquidações

Economizar em compras necessárias é sempre um bom passo para equilibrar suas finanças pessoais. Descubra o calendário de liquidações e garanta sempre um bom preço naquilo que você tanto precisa (ou deseja). A black friday, por exemplo, possui um calendário fixo e pode ser um a ótima oportunidade de você comprar mais, gastando menos.

7 – Evite gastar por impulso

Você realmente precisa comprar aquele sapato? E seu celular, será que não dá para adiar mais alguns meses para ser trocado? Certas compras são feitas por impulso e podem trazer um forte impacto em nosso planejamento financeiro. Por isso alguns especialistas sugerem que façamos uma espera de 30 dias quando o impulso consumista chegar. Se após esse período a vontade continuar, talvez seja mesmo a hora de você abrir a mão e comprar.

Nós da Isopasse sabemos que não é fácil economizar em tempos de crise, mas temos a certeza que essas dicas podem tornar mais real os sonhos que dependem do nosso esforço financeiro. Faça seu planejamento financeiro e volte para nos contar como foi sua experiência.

Compartilhe esta postagem

Deixe uma resposta